A Agência Peixe Vivo assinou, na última quinta-feira (11 de maio), o contrato nº 004/2017 para ‘Elaboração de Diagnóstico de Nascentes Urbanas na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Onça’ junto à empresa NMC Projetos e Consultoria.

O projeto terá como área de abrangência as sub-bacias de contribuição direta do Ribeirão Onça, do Ribeirão Isidoro e do Córrego Vilarinho, e incluirá um Plano de Manejo Comunitário das nascentes urbanas da respectiva bacia. Além do cadastramento e caracterização dos mananciais, o escopo prevê o desenvolvimento de ações de mobilização social e educação ambiental e o plantio de mudas nativas em áreas a serem definidas ao longo do trabalho.

O Diretor Técnico da Agência Peixe Vivo, Alberto Simon Schvartzman, destacou o fato de o projeto integrar ações conservacionistas, de recuperação, a momentos de mobilização social e educação ambiental. “O grande diferencial é que o diagnóstico que será realizado não será uma ação-fim, mas, sim, um meio para sensibilizar as pessoas e despertar pertencimento por aquelas nascentes”, disse.

O coordenador-geral do Subcomitê da Bacia Hidrográfica do Ribeirão do Onça (SCBH Ribeirão Onça), Marcio Lima, também enalteceu os benefícios que o projeto promete trazer. “O produto técnico que será gerado a partir deste trabalho será importante para várias discussões que possam vir a surgir, como no licenciamento de uma área, no parcelamento do solo”, afirmou.

Mariana Nahas, sócia da NMC Projetos e Consultoria, falou da expectativa pelo primeiro projeto em parceria com a agência. “Esperamos poder atender da melhor maneira possível não somente a Agência Peixe Vivo, como também o SCBH Ribeirão Onça e toda a população envolvida. É uma prática da empresa realizar trabalhos de excelência em relacionamento com comunidades e, nesse projeto, não será diferente”, disse.

Programa de Valorização de Nascentes Urbanas

Também na Bacia do Ribeirão do Onça, outro projeto de escopo semelhante está em vias de ser concluído. Trata-se do programa de “Valorização de Nascentes Urbanas na Bacia Hidrográfica do Onça”, que prevê intervenções positivas em nove nascentes da unidade territorial. O eixo central é a valorização dos cuidadores de nascentes urbanas, mobilização comunitária para efetivação da recuperação das áreas e melhoria da qualidade de vida.

As ações de valorização e recuperação das nascentes envolvem o manejo paisagístico, retirada de lixo e entulho, medidas de saneamento, plantio de mudas, melhorias para acesso e visitação, instalação de placas informativas, cursos, oficinas, entre outras atividades.

Subcomitê Ribeirão Onça

A Unidade Territorial Estratégica (UTE) Ribeirão Onça localiza-se no Alto Rio das Velhas e é composta pelos municípios de Belo Horizonte e Contagem. A Unidade possui uma área de 221,38 km2 e sua população chega é de 1,3 milhões de habitantes. Os principais cursos d’água da UTE são o Ribeirão do Onça, Ribeirão da Pampulha, Córrego da Ressaca, Ribeirão do Cabral, Córrego São João e Córrego da Isidora.