Na manhã desta terça-feira (11/04), os membros do Conselho de Administração da Agência Peixe Vivo estiveram reunidos na sede da entidade, em Belo Horizonte, para realizar a 3ª Reunião Extraordinária do grupo. Dentre as deliberações da pauta estavam as alterações no estatuto da entidade e a decisão do Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH) do Rio Paraopeba em indicar a Agência Peixe Vivo para atuar como sua secretaria executiva.

A indicação e a aprovação da Agência Peixe Vivo para atuar como secretaria executiva do CBH Rio Paraopeba ocorreu de forma unânime na reunião plenária do comitê ocorrida em março. Na reunião desta terça-feira, os conselheiros puderam apreciar a questão, que será retornada ao conselho quando o instrumento jurídico de adesão entre as duas partes for melhor definido, numa decisão conjunta com o IGAM (Instituto Mineiro de Gestão das Águas).

No que diz respeito às alterações propostas no estatuto da agência, o presidente do Conselho de Administração, Vitor Feitosa, destacou que a intenção é fortalecer os princípios de governança do órgão. “As mudanças propostas hoje para o Conselho de Administração buscam um alinhamento maior, por exemplo, aos padrões de boas práticas do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Acreditamos que nosso conselho deve se distinguir mais da assembleia em relação aos membros, promover reuniões com intervalos mais curtos, apreciar mais profundamente os temas, reportando-os sempre à assembleia, órgão máximo da entidade”, disse.

Ainda durante a reunião, falou-se do início da cobrança pelo uso da água na Bacia Hidrográfica do Rio Pará e deliberou-se sobre a Agência Peixe Vivo assinar contrato de gestão com a ANA (Agência Nacional de Águas) para atuar como agência de água para o CBH Rio Verde Grande.


Mais informações:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br